segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Sentimentos.

Sei que não sou a pessoa ideal para descrevê-los, afinal, minha relação com eles nunca foi boa. As vezes correspondidos, as vezes menosprezados, precipitados, passageiros, interesseiros, falsos, inventados; as vezes causam sensações as quais o deixam fora de si, parecem lhe completar, lhe preencher, mas em compensação, quando isso não acontece, eles o destroem, o corroem, levam pedaço por pedaço de ti, como se não bastasse a dor do fim, eles também fazem questão de lhe marcar... Comigo sempre foi assim!
Cada um sabe a proporção do que sente, a dimensão do que guarda, e se for verdadeiro, é ainda mais difícil demonstrar, diria até, impossível. Mas provar não é necessário quando o sentimento é real, e se for recíproco, não há nada, absolutamente nada melhor, pelo menos, isso é o que eu vejo, é o que eu acho, não posso dizer isso com total certeza, afinal, nunca pude saber disso -infelizmente. Minha intenção ao escrever sobre sentimentos, foi uma tentativa de me libertar de alguns fantasmas do passado e abrir novos espaços, para poder receber novos sentimentos, novas sensações, e fazendo isso, percebi que jamais amei; Isso parece algo estranho dito assim, mas não é; AMOR, palavra pequena, simples, mas com um poder o qual não deve ser desperdiçado quando não for realmente o que se sente...
"Nunca amei, e bom, não sei se algum dia quero amar". Amar significa ter alguém que seja seu porto seguro, é ter alguém que lhe acalme, é um sentimento de tranquilidade; E eu não quero isso, quero me apaixonar, quero alguém que me abale, que me deixe louca mesmo depois de 20 anos, quero alguém que tire meu fôlego com um simples sorriso, quero me sentir desejada até ter cabelos brancos, e mesmo parecendo careta, é exatamente isso o que eu quero. E se for pra amar, que seja intenso, que seja diferente, que seja ousado e principalmente, que seja algo único. Amor ou paixão, não importa, só sei que quero; busco em alguém tudo o que não vejo, tudo o que não conheço, até agora, afinal, te conheci. E agora espero poder relatar tudo o que disse aqui, de forma que eu protagonize isso, e não simplesmente relatando pensamentos e desejos, espero poder me apaixonar, e fazer você sentir o mesmo; enfim, te espero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário