sábado, 21 de novembro de 2009

Realidade Escondida


Mesmo após tantas quedas, tantas decepções, tantos maus de amor, mesmo após tão pouco ter restado de mim, mesmo sabendo que a cada dia que passa estou enfraquecendo, a luz está se apagando e a dor me consumindo, mesmo que eu venha até aqui dizer o que sinto, por pra fora através de palavras, tentando expurgar o que tenho guardado e reprimido por tanto tempo... Mesmo depois disso, nada mais está bastando, meus tombos foram feios, e agora não consigo mais me recuperar, estou enferma, e sem ninguém pra me medicar, sabendo que necessito de pouco para estar melhor, peço apenas algumas doses de carinho e compreensão, mas para mim, nunca resta isso, e quando entra um novo doutor... é para me envenenar ainda mais e levar mais, do pouco que resta de mim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário