domingo, 22 de novembro de 2009

Contradição.


Ela estava em seu mundo, planejando o encontrar, sonhando acordada, deixando de viver a realidade; suas palavras sempre expressavam o quão grande era - é - seu sentimento em relação a ele, e assim se passaram alguns dias, semanas, meses... Ela estava obcecada, maluca, vidrada, e de fato, iludida, criando planos, histórias, buscando maneiras de vê-lo, encontrá-lo, como se isso bastasse... E assim foi indo, ela iludida, vivendo o sonho - que se tornou pesadelo, e a destruiu - Até que do nada, chegou outro alguém, o qual de primeira, a abalou, ela foi em busca, e no fim o encontrou, voltou a realidade, agora, sonhando com os pés no chão, crendo então, que dessa vez, deveria largar os seus planos imbecis e que não levariam a nada, e tentar arriscar com esse outro ser que a resgatou e que ela achou que iria então, começar a reconstruí-la, recolhendo seus pedaços e os juntando, e que no fim, os uniriam, um ao outro; Mas, mais uma vez, ela percebeu que isso também não ia passar de sonhos e desejos inúteis.
Ela quer tentar controlar esses sentimentos que vem e vão, que desgastam e machucam... Ela não sabe que decisões tomar, pois agora, nesse exato momento, tudo que ela pensou em escrever aqui se tornou inválido, pelo fato de mesmo querendo parar com esse começo de história, que pelo que se pode notar não irá vingar, ela continua se iludindo e depositando falsas expectativas em cima disso. Mas o mais engraçado disso tudo, é que mesmo com a dor perseguindo-a constantemente, e mesmo sabendo que a possibilidade desse 'novo alguém' - nem tão novo, pois os posts já são direcionados à ele- se unir a ela é difícil , ela continua sorrindo, esperançosa, mesmo vendo poucas soluções, ela ainda está aqui, crendo num amanhã, pelo menos ela está assim hoje, talvez amanhã não mais. E bom, são fases, momentos, pensamentos, e eu juro, vou ficar aqui, torcendo muito por ela, e farei o possível pra poder relatar um final feliz, ou melhor, pra poder relatar a história sem fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário